O USO DE FLORAIS DE BACH PARA CONTER A ANSIEDADE NA CADEIRA DO DENTISTA

Quando entrei na Faculdade de Odontologia, pretendia ser Odontopediatra, cuidar dos “baixinhos”. Porém, logo nos primeiros anos de formada me deparei com a dura realidade. Uma especialidade tão desvalorizada perto da sua real importância. Fiz alguns cursos de atualização em odontopediatria e não gostava dos métodos de contenção utilizados para manter as crianças imóveis para realizar o tratamento ou das técnicas intimidantes que colocavam medo até na gente. Definitivamente, não era o caminho que eu queria seguir. Mais tarde, e com a experiência e muita observação, notei adultos profundamente traumatizados com a cadeira do dentista. A ponto de simplesmente deixar a saúde bucal ficar em estado de calamidade.
Foi aí que a Humanização passou a fazer parte da rotina do dia a dia do meu consultório. Comecei a aplicar as premissas e utilizar terapias alternativas para auxiliar nos diversos tipos de dificuldade que os pacientes traziam até mim.

O caso que relato a seguir é de um garotinho lindo chamado Júlio, de 3 anos. Bastava eu abrir a porta do consultório para ele esboçar uma expressão de pavor que mais parecia estar vendo um fantasma. Ele nem queria conversa. Esperneava apavorado e ninguém conseguia convencê-lo a pelo menos dar uma pequena olhadinha.

Mas não era apenas isso. Julio, agia da mesma forma quando os pais tentavam fazer sua higiene bucal, o que resultou em uma cárie em um dentinho anterior e que precisava ser tratada com urgência.

Expliquei à mãe o meu método de trabalho e após uma longa conversa, sugeri que administrássemos um Floral, pois julguei ser a melhor alternativa diante do quadro que ele apresentava.

A mãe topou na hora, e utilizei uma combinação de florais indicada pela Terapeuta naturopata Edilaine Gomes Sellan, que tem sido uma grande parceira neste projeto de humanização.

O resultado foi surpreendente! Em questão de alguns dias, o próprio Julio pediu para ir ao consultório e no dia em que tirei esta foto ele disse ao pai quando terminei a consulta: papai, não quero ir embora.

Para mim, não tem preço assistir a uma evolução dessas, sem traumas, sem choro.

” O tratamento alternativo sugerido pela Dra. Priscila não ajudou só na realização do tratamento de forma bem tranquila, como também Julio passou por uma consulta em um médico sem choro, não fez birra no mercado e agora está indo à escolinha sem reclamar.” Este foi o depoimento de Marinalva Andrade, mãe do Júlio.

O que quero enfatizar nesse post, que não é o simples fato de administrar o Floral que fez a diferença. Cada caso é um caso. É neste ponto que o dentista que trabalha com Humanização se diferencia dos demais profissionais da área, pois ele vai a fundo, na raiz do problema, beneficiando o indivíduo como um todo.

A Humanização não se resume apenas a tratamentos com crianças e pessoas com medo. É um tratamento totalmente personalizado e que se adéqua à necessidade de cada paciente, facilitando a execução de um tratamento completo e satisfatório.

Outra diferenciação do profissional Humanizado, é que ele cuida de sua saúde física e mental, na mesma proporção em que se atualiza em suas técnicas odontológicas. Desta forma, o paciente encontra ao entrar no consultório, além de um bom profissional, um ser humano integro, ou seja, inteiro, podendo dessa forma conduzir o tratamento de uma forma muito mais assertiva.

A história do Julio é apenas uma entre tantos outros casos de sucesso que tenho assistido tanto em nossa clínica, quanto no depoimento de outros dentistas parceiros do projeto de Humanização na Odontologia.

Priscila Ferreira
Cirurgiã-dentista
Coordenadora e professora no “Curso Odontologia Humanizada”

8 ideias sobre “O USO DE FLORAIS DE BACH PARA CONTER A ANSIEDADE NA CADEIRA DO DENTISTA

    • Oi Deborah, nem todos os casos utilizo Florais, porém no caso apresentado, essa receita pode ser utilizada para vários tipos de “medos”, que em geral levam as crianças, e até adultos, resistirem ao tratamento. Neste vídeo, a terapeuta explica direitinho como funciona, como utilizar e no final passa a receita. Vale a pena assistir. Um abraço
      https://youtu.be/D3nPStMaom0

  1. Muito legal esse depoimento, porém pouco esclarecedor, pois uso floral com meu filho, e não vejo essa melhora milagrosa que aí está relatado!… Qual a receita? Publique todo o procedimento e prescrição por favor!?

    • Olá Mariana, como relatei no post, cada caso é um caso, nem todos são caso para Florais de Bach. Minha especialidade é a Humanização, que visa olhar para cada ser humano de forma individual até chegar no tratamento adequado. Mas também creio que a receita usada tem muito a ver. Vou deixar um vídeo aqui, onde a Naturopata que me passou a receita, explica passo a passo e no final ela passa a receita que pode ser manipulada através de qualquer pedido.
      https://youtu.be/D3nPStMaom0
      Um abraço

  2. Oi Mariana! Sou odontopediatra e estou a procura de algum artigo ou caso clinico sobre o Uso de Florais na Odontopediatria. Vc teria algum material p/ me indicar?
    Desde já agradeço.

    • Oi Gisely, neste vídeo a Naturopata fala muita coisa sobre Florais, quanto aos caso clínicos, este que apresentei é um deles. Como disse, temos sempre que avaliar antes de usar sempre o Floral como protocolo. A anamnese que vai nos conduzir qual terapia complementar que deveremos utilizar para cada caso. Se quiser conversar mais, pode me mandar um email odontohumanizada@gmail.com, Um abraço e segue o vídeo https://youtu.be/D3nPStMaom0

  3. Parabéns pelo trabalho com os florais de Bach. Fiz um curso de florais de Bach mas tenho dúvidas quanto ao protocolo ao utilizar em Odontologia. Quanto tempo antes do atendimento devo administrar? Posso usar diretamente as gotas das essências sem diluir, em crianças? Você utiliza o rescue remedy?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *